Jundiaí

Projeto da FEMSA em escolas de Jundiaí arrecada 540 kg de plástico

 Em parceria com a Prefeitura Municipal, Projeto RenovAção mobilizou 3.674 crianças de seis escolas em ações para preservar o meio ambiente

Terminou na semana passada o primeiro ciclo do Projeto RenovAção de Educação Ambiental, uma iniciativa da Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Unidade de Gestão da Educação. O programa coletou 540 quilos de plástico e teve como objetivo apoiar a coleta seletiva e promover ações de educação ambiental em seis unidades de educação básica da rede municipal. A atividade teve a execução técnica do GAIA Social, instituição especializada em projetos socioambientais, e foi articulada pela Rede Jundiaí de Cooperação, vinculada à Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF).

Ao todo foram 3.674 crianças envolvidas direta e indiretamente, quatro mutirões comunitários nos bairros Cidade Nova, Almerinda Chaves, Jd. Novo Horizonte e Jd. Santa Gertrudes, 54 multiplicadores (professores, gestores e equipe de apoio) capacitados, cerca de 5.000 ímãs de geladeira distribuídos e 540 quilos de plásticos arrecadados e corretamente destinados.

As EMEBs eleitas para participar do projeto tiveram como critério de seleção a incidência de casos de dengue e escorpiões no entorno, e o RenovAção também teve como propósito sensibilizar as comunidades para correto descarte de seus resíduos, diminuindo a probabilidade de novos casos.

O projeto foi iniciado com diagnóstico das seis escolas, envolvendo o levantamento de informações sobre coleta seletiva no bairro, a forma de descarte dentro de cada EMEB, quantidade de resíduos gerados, atividades de educação ambiental que constavam no plano pedagógico das escolas, dentre outras informações. Em seguida, os multiplicadores passaram por formação em temáticas de coleta seletiva e reciclagem, práticas de uso racional da água, sinergia com os ODSs (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU e de planejamento de ações de educação ambiental para melhoria de hábitos da comunidade escolar.

Foram adquiridos sete contêineres de 500 litros, oito coletores de 100 litros, três coletores de 60 litros, 96 coletores de 23 litros, 50 big bags para campanha do plástico e três balanças para escolas que têm intuito de comercializar materiais e angariar recursos para melhorias internas. Toda esta estrutura para coleta seletiva nas EMEBs foi definida com os multiplicadores nas oficinas de formação e em visitas às escolas.

Oficinas lúdicas

As oficinas lúdicas para sensibilização quanto ao uso da água e separação correta dos materiais reuniu 1.865 alunos. A atividade marcou a abertura da coleta seletiva nas escolas, integradas à implementação e identificação dos coletores. A campanha do plástico mobilizou quatro das seis EMEBs, para arrecadarem recursos com a comercialização e destinação correta de embalagens de PET e PEAD.

Além disso, foram feitos monitoramentos semanais dos resíduos gerados pelas escolas, com criação de um painel de indicadores, para cálculo da pegada ecológica com a destinação correta de papeis, vidros, plásticos e metais. O acompanhamento mostrou, com base em cálculos ambientais, que em três semanas as escolas pouparam onze árvores, dois litros de petróleo, 38 quilos de areia e doze quilos de minérios.

Ao final, as escolas foram premiadas pelas iniciativas inovadoras que desenvolveram com uma placa exclusiva e, com base em indicadores qualitativos de acompanhamento, a EMEB Ivo de Bona conquistou o reconhecimento de escola destaque do projeto em 2019. A cerimônia contou com falas do prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, da gestora da Unidade de Gestão da Educação (UGE), Vasti Ferreira Marques, da gerente de sustentabilidade da Coca-Cola FEMSA Brasil, Wanessa Scabora, e da diretora executiva do GAIA Social, Maíra Pereira.

Além de toda a estrutura com contêineres, coletores, adesivos, materiais de comunicação e ferramentas para comercialização dos materiais, as escolas recebem, como legado, o conteúdo das formações com professores, equipe gestora e equipe de apoio, assim como planos de ação que incorporam oficinas e dinâmicas de educação ambiental em sua proposta pedagógica de 2020.