Artigos

PONTO DE VISTA: Cultura do cancelamento na internet

Karol Conká, rapper.
A maior rejeição de todas as edições do Big Brother Brasil. Karol Conká foi eliminada com 99,17% dos votos. Mas afinal, o que é o cancelamento?

Artista é o alvo principal da era do cancelamento. Mas cuidado, você pode acabar cancelando alguém em seu micro grupo de amigos ou por pessoas que sequer conhece.

A rede social “formou” juízes e advogados, excluir alguém é uma atitude cada vez mais presente nas interações feitas na internet. Principalmente nos temas: raça, discursos políticos, gêneros entre outros assuntos com temas delicados deve ter um certo cuidado com o ato de condenar alguém.

Na prática, os cancelados expõem as pessoas nas redes sociais para seu grupo de seguidores, não permitindo que o cancelado viva sua vida sem punição. Para algumas situações é temporário, para outros, o prejuízo pode ser maior do que imaginado.

Karol Conká passou de “canceladora” a cancelada, ela errou sim, perdeu milhões de reais, contratos e sua popularidade caiu. Prejuízo irreparável momentaneamente, mas o tempo irá ajudá-la a entender onde errou, se desculpar e aprender com seus erros. Empatia é o ato de sentir o que uma outra pessoa sente caso estivesse na mesma situação. Espero que todos os “canceladores”da internet, usem na prática a palavra #EMPATIA e ajude-a a ser uma pessoa melhor.

Que após sua saída ela tenha toda a ajuda necessária, para voltar a sociedade. Não nos cabe julgar, apontar o dedo. Não aponte o dedo na cara dos outros sem antes limpar bem as mãos. Todo mundo erra, todo mundo tem momentos de julgamentos, se policie e busque uma vida equilibrada.

Etiquetas
Os conteúdos dos artigos publicados são de inteira responsabilidade do(s) autor(es), não refletindo, necessariamente, a opinião do corpo ou do conselho editorial do Jundiai365.