Jundiaí

Jundiaiense conquista seis bolsas de estudos nos Estados Unidos

Ana Lia Chiorlin Felix, aluna do Colégio Divino Salvador, também foi aprovada em oito universidades brasileiras; Estudante dá dicas para vestibulandos intensificarem os estudos em casa durante pandemia

Ana Lia Chiorlin Felix, de 17 anos, aluna do Colégio Divino Salvador, conquistou seis bolsas de estudos para cursar química e biologia nos EUA, além de passar em oito vestibulares nacionais públicos e privados, incluindo o curso de medicina.

Mesmo cursando o último ano do Ensino Médio durante a pandemia, em 2020, a estudante encontrou estratégias para otimizar seus estudos em casa. Ela garante que, embora seja um período difícil, para ela foi importante organizar seu tempo nas atividades escolares.

Mas ela explica que ter a autonomia nos estudos é um processo que se solidifica ao longo dos anos. “Principalmente, no terceiro ano é fundamental, já que os alunos devem correr atrás de suas dúvidas, sem precisar que alguém os cobre. Os conteúdos vão se acumulando e qualquer lacuna pode ser ruim”.

E ser protagonista na sua própria educação foi essencial. “Realizei praticamente todos os exercícios do material COC e todas as propostas de redação da escola e da plataforma Redação Nota Mil. Durante a semana, fixava os conteúdos e, aos finais de semana, realizava os mais diversos tipos de simulados e provas de vestibulares anteriores”.

Os professores foram fundamentais no processo de Ana Lia, já que, durante as aulas, eles traziam conteúdos de forma muito completa e objetiva. “Eles também estavam sempre nos auxiliando por meio de um canal direto (via WhatsApp ou e-mail) respondendo as dúvidas. Além disso, muitos deles fizeram plantões, que foram muito importantes para que eu esclarecesse dúvidas a respeito de exercícios mais complexos”.

Fazer as provas de vestibulares também foi parte do aprendizado da aluna, pois ela aproveitava para treinar e analisar todas as situações durante os exames. “No inicio de novembro fiz a primeira prova e a tensão foi grande, mas, depois que eu experimentei essa nova situação, comecei a me organizar, antes de cada prova, em relação ao modelo e ao tempo, analisando os editais de cada faculdade. Além disso, constatei que a excelente preparação para redação que o colégio me proporcionou fez toda a diferença”.

A primeira opção de Ana Lia era cursar uma universidade nos Estados Unidos, mas com a pandemia o desejo foi adiado. “No momento estou cursando medicina na Universidade Municipal de São Caetano do Sul, algo que eu não imaginava e que descobri o gosto pela área com um trabalho voluntário promovido pelo Colégio Divino Salvador. Ainda aguardo alguns resultados e as mudanças no cenário mundial, mas estou amando a instituição e o curso, e agradeço ao colégio e a Deus por terem me direcionado nesse processo”.

Dicas para vestibulandos

Rodrigo Lopes de Oliveira, coordenador do Ensino Médio do Colégio Divino Salvador, afirma que é o último ano é de muitos desafios e metas e que cada um tem sua forma de estudar e fixar o conteúdo aprendido. “É um ano de decisões. Por isso é necessário descobrir qual melhor caminho para se organizar e ter uma rotina viável de estudos. Sem se esquecer que é essencial descansar o corpo e a mente também”.

A aluna Ana Lia conta que a sua dica principal é estudar. “Os alunos devem usar de todos os meios que o colégio e o sistema de ensino oferecem e estar sempre muito bem informados acerca dos diferentes vestibulares e de suas exigências”.

Além disso, ela garante que a realização de simulados faz muita diferença. “Traz uma confiança que vem crescendo ao longo do ano. Principalmente, os alunos devem estar cientes de suas dificuldades, tentando superá-las, e de seus sonhos, fazendo de tudo para alcança-los”.

Os conteúdos dos artigos publicados são de inteira responsabilidade do(s) autor(es), não refletindo, necessariamente, a opinião do corpo ou do conselho editorial do Jundiai365.